E-mail do blog

iffcamposcentro@gmail.com

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Desfile de 7 de Setembro

Depois de alguns anos longe dos desfiles, o Campus Campos Centro do IF Fluminense volta à avenida. Para lembrar dos momentos marcantes do passado recente, uma exposição vai ocupar o Espaço Cultural Raul David Linhares Corrêa, ainda esta semana. 

São fotografias, vídeos e peças do vestuário da famosa "Banda da Escola Técnica" que é como radialistas e o povo chamavam a banda no momento do desfile, quando ela depontava ainda longe no horizonte visual do público. 

Depois viria a fase do Cefet, com a mesma glória. A Escola sempre funcionou no imaginário popular como concorrente a altura para as tradições do grande Liceu de Humanidades de Campos. É hora de as novas gerações de alunos do IFF sentirem essa emoção participando do desfile. 

As direções dos campi Guarus e Campos Centro estão sendo mobilizadas assim como a Reitoria do IF Fluminense.  Abaixo a programação divulgada pela Diretora de Departamento de Apoio às Atividades Acadêmicas para a semana que antecederá aos desfile e feriado do Dia da Independência.

PROGRAMAÇÃO:

02 de setembro

Realização de ensaio geral aberto da Banda de Fanfarra com desfile no pátio
interno do campus às 19h45.
 
07 de setembro

10h - Solenidade de abertura com execução do Hino Nacional Brasileiro pela
Banda de Fanfarra, hasteamento das bandeiras e discursos da reitora e dos
diretores dos Campi

11h - Distribuição de lanche para os alunos e integrantes da Banda.

11h30 - Saída para o desfile na Avenida 28 de março.  

12h desfile cívico (horário previsto, pois encerraremos o desfile que está
marcado para ter início às 9h)

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Furnas pode ser parceira do campus

Representantes da empresa vão estudar propostas de adesão e apoio à Semana do Saber Fazer Saber 2010. Estágios para alunos também pode ser viabilizados.


          Representantes de Furnas e do IFF em reunião no campus (Fotos: Weliton Barbosa) 

A Comissão Organizadora da XVIII Semana do Saber Fazer Saber e representantes do Departamento de Produção Campos da Eletrobras Furnas conversaram nessa segunda-feira (30/08) sobre a parceria. A direção geral do Campus Campos Centro solicitou o apoio da empresa na forma de patrocínio.
Nos próximos dias, o diretor geral do campus, Jefferson Azevedo, vai encaminhar a Furnas um ofício formalizando o pedido e convidando a empresa a participar de projetos como o Mostre-se, uma das novidades da Semana do Saber Fazer Saber 2010.

No Mostre-se, empresas instalam um estande no campus para apresentar seu trabalho e tomar conhecimento dos trabalhos realizados por professores e alunos do IF Fluminense. A expectativa da Comissão Organizadora é de que a iniciativa resulte em oportunidades para técnicos e outros profissionais formados pelo Instituto.

O gerente do Departamento de Produção, Paulo Roberto dos Santos Cota e demais representantes da empresa demonstraram interesse pela iniciativa da Agência de Oportunidades da Diretoria do Departamento de Desenvolvimento Institucional e Extensão (DDIEx) em buscar, no meio empresarial, oportunidades de estágio e emprego para alunos formandos e recém formados.

A empresa também poderá contribuir na discussão iniciada pela Diretoria dos Cursos Superiores de Tecnologia a respeito da realidade de seus cursos e as demandas do mercado de trabalho. A reavaliação dos cursos está em andamento consultando-se além das empresas, os egressos e profissionais da área. 

Curso de Word e Powerpoint e normas da ABNT para alunos

Uma boa oportunidade para os alunos dos cursos superiores. Serão duas turmas de 20 alunos em cada programa. As inscrições serão recebidas pela Diretoria de Extensão (DDIEx) nesta quarta (01/09) e quinta (02/09), de 9h às 12h e de 13h às 19h. É por vez de chegada, mas haverá fila de esperal. 

A proposta do curso é oferecer aos alunos conhecimento das normas técnicas e possibilidades dos programas a serem usados na produção de trabalhos acadêmicos. 

Consulte o edital aqui

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Equipe do Certific Pesca do Campus Campos Centro inicia inscrições na comunidade pesqueira do Farol





     A equipe no momento da simbólica e marcante pré-inscrição do presidente da Z 19


Por Edinalda Almeida  
 
Finalmente, o trabalhador terá a possibilidade da certificação profissional em sua área de atuação. Estes trabalhadores adquiriram conhecimento e habilidade ao longo da trajetória profissional e não têm, necessariamente, estudo formal. Agora, poderão obter diploma de curso regular, após aprovação no Programa Certific da Rede Federal.

A Rede Nacional de Certificação Profissional e Formação Inicial e Continuada - Rede CERTIFIC é uma política pública de inclusão social que se institui por meio da articulação entre o Ministério da Educação - MEC e Ministério do Trabalho e Emprego - MTE em cooperação com as instituições/organizações que a constituem.
 
Em encontro de trabalho, a equipe (assistente social, pedagogo e especialistas da área) responsável pela implementação do Programa no IF Fluminense- campus Campos/Centro esteve , ontem, 26 de agosto, na Colônia de Pesca Z-19, na praia Farol de São Tomé, na Escola Municipal e na Rádio Comunitária, onde em entrevista, Vicente de Paulo, Diretor do Departamento de Pesquisa e Pós Graduação do Instituto  informou a comunidade sobre o Programa, reuniões e prazos.
 
Acompanhado do presidente da Colônia, Rodolfo José Ribeiro da Silva, informou sobre a pré-inscrição que poderá ser realizada em reunião com a equipe do CERTIFIC-PESCA, no espaço do Chico Preto, no dia 1º de setembro, às 17 horas.
 
O Programa cumpre, assim, a missão de ser uma Política Pública de Educação Profissional e Tecnológica voltada para o atendimento de trabalhadores, jovens e adultos, que buscam o reconhecimento e certificação de saberes adquiridos em processos formais e não formais de ensino-aprendizagem e formação inicial e continuada.

Em Campos dos Goytacazes, o IF Fluminense está oferecendo a oportunidade para pescadores e profissionais da pesca, garantindo-lhes o direito à Certificação Profissional. Os trabalhadores terão seus conhecimentos avaliados e também podem receber cursos para melhorar a sua formação. Não há custos e nem limite de vagas.

Formatura dos alunos de Segurança do Trabalho nesta sexta em SJB


Por Fabrício Berto/Secretaria de Comunicação Social de SJB

Acontecerá, nesta sexta-feira, dia 27, a entrega de certificados a 18 alunos que concluíram o curso técnico de Segurança do Trabalho, implantado em São João da Barra por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF). A solenidade tem início às 19h, no Cine Teatro São João, no centro da cidade.

Estarão presentes a prefeita Carla Machado, o secretário municipal de Educação, Antônio Neves, a reitora do IFF, Cibele Daher Botelho Monteiro, a pró-reitora de ensino do IFF, Fabíola de Amério Ney Silva, o diretor geral do IFF, Jefferson Manhães de Azevedo, além do coordenador geral do Núcleo Avançado de São João da Barra (Centro, Açu e Barcelos), Oséas Pereira Rocha, professores e pessoas da comunidade.

O convênio entre prefeitura e IFF tem como objetivo promover cursos técnicos para jovens e adultos. Mais de 100 alunos já se formaram nos cursos oferecidos, entre eles, Turismo, Informática Industrial, Logística e Segurança do Trabalho. No mês de dezembro, acontecerá uma nova formatura de Segurança do Trabalho, com a turma da sede do município.

O convênio envolve, também, atividades paralelas junto à comunidade local, com inclusão digital (informática básica), com 439 formandos até o momento, e ciclo de palestras enfocando: cuidados com manuseio de agrotóxico; animais peçonhentos; ergonomia, como forma de melhorar as condições de trabalho; ferimentos e primeiros socorros.

As palestras são ministradas por alunos do curso de Segurança do Trabalho. Já os cursos de informática básica são realizados pela coordenação da Diretoria de Trabalho e Extensão (DITEX), visando atender às necessidades da comunidade com aproveitamento de espaço físico e equipamentos.






 



quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Sistema de créditos

Na enquete sobre a adoção do sistema de créditos para o IF Fluminense 92% dos participantes mostraram-se favoráveis. Outros sete por cento são contrários.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Ajuda para a Campanha de doação de medula óssea


A Coordenação de Saúde e Nutrição do Campus está empenhada na Campanha de Doação de Medula aqui. Liderada em Campos pela professora Rita Maia, entre outros. A campanha chamou atenção de servidores e alunos a partir da palestra que aconteceu há alguns dias nos pilotis.

Na ocasião, a professora informou que haverá coleta de sangue para pesquisa de compatibilidade, na cidade de São Fidélis, neste sábado, de 8h às 17h. Com apoio da direção do campus, um ônibus deverá ser disponibilizado para levar as pessoas interessadas ao vizinho município.

A equipe do Instituto Nacional do Câncer (Inca), que realiza o trabalho, já esteve em Campos, em outra ocasião, fazendo o procedimento. No retorno, uma outra cidade próxima deve ser visitada para facilitar a difusão da campanha e acesso de eventuais doadores. 

Para que a comunidade do campus seja informada e tenha oportunidade de participar, duas estagiárias da Coordenação  Nutrição e Saúde estão fazendo uma breve apresentação da campanha nas salas de aula e prestando esclarecimentos.

O médico Joaquim Guerreiro, coordenador do setor, e integrante do Serviço Médico do campus, faz um apelo aos professores e coordenadores de cursos para que ajudem facilitando o contato das estagiárias de medicina com alunos.

- Nós precisamos saber quanto gente poderá ir a São Fidélis para fazer o teste, para que possamos providenciar o transporte - explica Guerreiro.  

Prazo maior para debater Regimento Geral será solicitado ao Conselho Superior

      Estudantes protestam contra demora para o debate (Fotos: Diomarcelo Pessanha)


A Reitoria do IF Fluminense apresentou no Campus Campos Centro, nesta terça-feira (24/08) a minuta do Regimento Geral da Instituição. O Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional, Roberto Moraes fez um resumo dos artigos reunidos no documento que tomou toda a primeira parte do encontro.

Na expectativa de debater integrantes do Grêmio Estudantil Nilo Peçanha (GENP) e da Federação dos Estudantes de Campos (FEC) e alunos promoveram uma manifestação no Auditório Cristina Bastos recorrendo a cartazes, cartões amarelos e coro.

Quando o Pró-Reitor Roberto Moraes passou a chamar as pessoas inscritas para falar, houve manifestações do diretor geral do campus, Jefferson Azevedo, de conselheiros do Conselho Superior do IF Fluminense e representantes dos estudantes. Os servidores acompanharam sentados e em pé, mas sem manifestações diretas.

O Diretor Jefferson Azevedo propôs que a Reitora Cibele Daher Monteiro pedisse na próxima reunião do Conselho, no dia 9 de setembro, a extensão do prazo para debate dos termos da minuta. A proposta havia sido corroborada por manifestações nesse sentido dos que os antecederam nas falas. Antes de a Reitora se pronunciar sobre o assunto, três conselheiros mostraram-se favoráveis a uma prorrogação do prazo.

A Reitora sugeriu que direção e entidades estudantis oficializem seus pedidos ao Conselho justificando que ainda conversará sobre a minuta em Macaé e que precisa ouvir os campi do IFF.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Diretor Geral do campus alerta sobre importância de debater o Regimento Geral do IF Fluminense

 Jefferson Azevedo defende posicionamento aprovado em reunião com comunidade do Campus Campos Centro (Foto: Diomarcelo Pessanha)

 A Reitoria do IF Fluminense apresenta nesta terça-feira, às 17 horas, no Auditório Cristina Bastos, sua proposta inicial de Regimento Geral da instituição. Para o professor Jefferson Azevedo, na prática, o tempo para discussão é curto. Ele acha que há problemas também na metodologia empregada. Veja abaixo a entrevista que ele concedeu à Comunicação Social do campus nesta segunda-feira.
Comunicação Social do Campus Campos Centro - O Regimento é uma exigência legal?

Jefferson Azevedo – Toda instituição além do seu estatuto precisa ter seu regimento. Ele vai detalhar as funções que cada um de nós vai exercer, com uma configuração do instituto.

Comunicação - Por que esse documento ganha tanta importância? –

Jefferson - É muito importante que esse documento seja bem elaborado para que ele espelho o modelo de instituição em que nós acreditamos. Por isso estamos insistindo que esse debate é muito importante. As pessoas precisam estar envolvidas.

Comunicação - A idéia e fazer um alerta?

Jefferson – É o nosso papel. Estamos alertando aos estudantes, aos servidores desta casa, mas também dos outros campi que é fundamental o debate amplo e que de fato o regimento espelhe um modelo de instituição que esteja de acordo com a evolução histórica do IF Fluminense. 
 
Comunicação - Quando a Reitoria desenvolve uma agenda de discussão do seu Regimento Geral nos campi sinaliza um perfil democrático de gestão. Ainda assim, nota-se no Campus Centro uma inquietação. O que está havendo?

Jefferson – Nós entendemos que o tempo é curto, visto que tivemos cinco semanas, sendo que a primeira delas era recesso escolar e as outras duas de início do período letivo. Normalmente estamos muito envolvidos com a questão dos horários de aulas, acolhidas aos alunos. O que nos resta são duas ou três semanas para um debate dessa magnitude.

Comunicação – O que se propõe então?

Jefferson – Agora que as pessoas estão tomando ciência da discussão e da importância desse debate. Por isso estamos solicitando que sejam pelo menos 60 dias para o debate mais amplo e a metodologia também seja diferente.

Comunicação – Como assim?

Jefferson – Apesar de parecer extremamente democrático o acesso das pessoas, porque pode-se enviar as sugestões pela internet, esse modelo primeiro: não está privilegiando o debate multicampi. As pessoas de forma individual farão suas sugestões ou no máximo um determinado campus. Mas em nenhum momento, no modelo proposto pela Reitoria, se incentiva o debate intercampi. Além disso, após as sugestões serem elaboradas pelas pessoas, pelos campi, quem irá fazer a convergência das sugestões, o filtro, será uma pessoa. Pelo menos é o que consta no cronograma proposto pela Reitoria.

Comunicação – Uma pessoa, não é uma comissão?

Jefferson – O secretário do Conselho Superior vai pegar aquilo que é convergente e divergente. Todo o trabalho estará nas mãos de uma pessoa e ela que vai apresentar as sugestões ao Conselho Superior. Não há uma volta para o debate da comunidade. O que garante que a minha sugestão foi aceita ou aprimorada? Nós entendemos que muitas questões têm similaridades e se estivéssemos numa assembléia ou reunião conjunta, questões similares poderiam ser debatidas e apresentadas numa única, muito melhor que a soma individual delas. O debate não está sendo estimulado, infelizmente. 

Comunicação - Na recente reunião convocada pela direção do Campus Campos Centro para discutir o assunto, falou-se que em outros campi servidores não tinham uma ideia precisa do que estava acontecendo. Há risco de o Regimento Geral ser aprovado com pequena parcela de participação?

Jefferson – Se nós não tivéssemos fazendo esse movimento de envolvimento de outros campi correríamos esse risco. Porém, a percepção nossa é de que as comunidades estão se mobilizando, os alunos estão se mobilizando e esperamos que nesta terça-feira, na reunião com a Reitoria, tenhamos uma presença grande das pessoas. Para isso pedimos que os técnicos administrativos, professores, os estudantes compareçam ao Cristina Bastos porque é um momento impar para mostrar à Reitoria que nossos campi, em especial este campus, solicitam um outro modelo e mais tempo para o debate. 

Comunicação - Na hipótese de no futuro as pessoas entenderam que ganhamos um Regimento Geral que não agrada é possível fazer uma revisão?

Jefferson – Possível é. Mas é muito mais difícil. Por isso é importante que antes da aprovação da primeira versão do regimento haja atenção. É muito mais fácil mudar aquilo que ainda não está estabelecido, que está em processo de construção do que, uma vez aprovado pelo Conselho Superior, reverter. Muitas vezes quando aprovamos um texto, a partir dele muitas decisões são tomadas. Lá na frente ele se fortalece muito. A mobilização teria de ser ainda maior para mexer.    

Segurança no cruzamento


A faixa de pedestres é uma das primeiras providências (Fotos: Weliton Barbosa/bolsista da Comunicação)

O cruzamento das ruas Dr. Siqueira e Barão da Lagoa Dourada é problemático. Para quem sai do estacionamento do campus e precisa seguir pela Dr. Siqueira é sempre tenso. Isso se deve ao fato de haver carros estacionados do lado esquerdo da Rua do Barão - no sentido Avenida 28 de Março - Liceu.

Buscando uma solução para o problema, o servidor Silvio Luis Fernandes, colaborador da Diretoria de Infraestrutura fez contato com o setor de trânsito da prefeitura de Campos e conseguiu que seja elaborada uma intervenção no local. 

As primeiras providências já podem ser vistas: faixas de pedestres e setas de direcionamento foram pintadas na Rua do Barão. Em breve deverá ser instalada uma estrutura triangular que impede o estacionamento de veículos próximo da esquina. 

O estacionamento de veículos na Rua do Barão também deverá ser feito no lado oposto.










sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Novas ações do Programa Tecnologia-Comunicação-Educação

 O Programa Tecnologia-Comunicação-Educação desen-volvido pelo Campus Campos Centro entra agora numa nova etapa. A equipe de trabalho vai consultar o corpo docente sobre o uso das novas tecnologias no processo de aprendizagem e nas salas de aula. A elaboração de cursos de capacitação nas diversas coordenações é outra ação também em desenvolvimento.
   
De acordo com o diretor do Departamento da Diretoria das Licenciaturas, Carlos Márcio Lima há uma grande expectativa entre alunos e professores sobre o que vem por aí depois que o programa foi lançado oficialmente, no dia três de agosto, a partir da palestra do professor e pesquisador Marco Silva. “Sentimos que a comunidade de nossos servidores e estudantes está empolgada”.
   
O diretor geral do campus, Jefferson Azevedo, acha que essa é uma parte importante do grande desafio pedagógico em que se pode romper com uma forma já tradicional de ensino-aprendizado. “Lançamos o programa. Agora vai depender do empenho de todos nós”.
   
A frase do diretor pode parecer mais uma daquelas que se costuma dizer em lançamentos de projetos. Mas vai muito além disso é um apelo ao engajamento. Na gênese do Tecnologia-Comunicação-Educação, o espaço está aberto para contribuições diversas, ao lado daquelas que podem e devem ser feitas pelos especialistas.
   
- Deveremos sempre buscar o lastro com pesquisadores que já fazem uso da tecnologia da informação no processo pedagógico. Mas deveremos ter também profissionais que possam ajudar os nossos professores na construção do material que vai ser utilizado nessas salas interativas, explica o coordenador adjunto das Diretorias das Licenciaturas, professor Luiz Cláudio Gomes de Abreu.
   
O programa foi apresentado à Câmara de Ensino no dia 15 de julho pelo diretor geral do campus. A direção entende que por se tratar de um programa cuja finalidade é o ensino, este é o organismo do IF Fluminense indicado para sua apreciação.
   
Na fundamentação do programa está claro que sua ênfase não está na máquina, como se um notebook isoladamente pudesse revolucionar uma sala de aula, mas na convergência entre tecnologia, comunicação e educação. O desafio é um novo professor para um aluno que está aprendendo de forma diferente, como costuma falar Marco Silva em suas palestras e aulas.
    
Memorando – No dia 04 de agosto a direção geral encaminhou à Diretoria de Administração da Reitoria o memorando nº 192/2010 em que apresenta justificativas para a compra de 250 notebook necessários à implantação do programa. (Veja documento abaixo). Na ocasião do envio dos processos de compra dos notebook foram encaminhados também os relativos a televisores de LCD e computadores convencionais - todos equipamentos necessários ao atendimento da parte tecnológica do programa. 

ANEXO AO MEMORANDO Nº 192/2010
 
JUSTIFICATIVA ÀS SOLICITAÇÕES CONSTANTES NO PARECER Nº 077, DE 27 DE JULHO DE 2010 EM RELAÇÃO AO PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE NOTEBOOKS



    Afirma-se inicialmente que aquisição pretendida é parte integrante da implantação e implementação do Programa Tecnologia-Comunicação-Educação, que consiste na reconfiguração da comunicação dos atores sociais (docentes e estudantes) nos ambientes de aprendizagens do campus Campos-Centro do IFFluminense, mais especificamente, os das salas de aula, mediada pelo aporte tecnológico educacional. 

Para tanto, é imprescindível instalar equipamento nas salas de aula (dentre eles aparelho de TV de LCD), assim como, destinar a cada professor o direito de uso de um notebook que, conectado aos equipamentos, oportunizará ao docente a revitalização de sua ação educativa (presenciais ou virtuais) a partir de outras práticas comunicacionais capazes de potencializar a construção do conhecimento, na perspectiva do pensamento complexo, cujos elementos constituintes  são tecidos em conjunto, justificando assim o número de equipamentos pretendidos que é proporcional  aos docentes em atividade neste campus. 

A expectativa é que a abordagem interativa decorrente da utilização dos equipamentos tecnológicos solicitados possa apontar metodologias de aprendizagem apropriadas para a emergência histórica da contemporaneidade, não apenas no campo do ensino, como também nos campos da pesquisa e da extensão. Mais que equipar um campus e instrumentalizar o professor, trata-se de um projeto de “reinvenção” da sala de aula. Neste sentido, pode-se considerar que a utilização dos equipamentos ultrapassa os muros do campus Campos-Centro e revigora o compromisso social com a formação da cidadania. Para uma maior detalhamento, a proposta completa do Programa Tecnologia-Comunicação-Educação encontra-se em anexo.

No que se refere à pesquisa de mercado, anexamos cotação realizada junto a 03 (três) fornecedores do equipamento que se pretende adquirir, confirmando os valores indicados no Sistema de Registro de Preços do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão que instrui o processo de aquisição. E ainda, na comparação com a mencionada cotação atualizada de mercado, ressaltamos vantagens identificadas no sistema de preços apresentado, a saber:

(i)    o equipamento a ser adquirido tem garantia estendida para 3 (três) anos, sendo que os pesquisados possuem garantia de apenas 1 ano;
(ii)    o equipamento a ser adquirido vem com 1 GB de memória a mais do que o equipamento analisado na pesquisa de preço;
(iii)    cada equipamento a ser adquirido é acompanhado de uma maleta do fabricante, o que não acontece com o equipamento analisado na pesquisa de preço.

    Anexamos ainda, alem da pesquisa de preços em relação ao valor do equipamento a ser adquirido, a pesquisa de preço em relação ao custo de 1GB de memória DDR2  e o custo de uma maleta para notebook.

    Quanto à preocupação com a segurança indicada no parecer, pretende-se adotar os mesmos procedimentos utilizados pelo Instituto Federal Fluminense relativos aos mais de 150 (cento e cinqüenta) notebooks em uso pelos servidores desta autarquia: Termo de Guarda e Compromisso assinado pelo servidor no momento da entrega do notebook, com o bem gravado com o selo do patrimônio federal. A responsabilidade do servidor é a mesma prevista no estatuto com relação à guarda e conservação do patrimônio público que guarnece a escola incluindo sanções decorrentes previstas no Art. 121 e seguintes da Lei 8112/1990.

Acrescenta-se quanto à preocupação levantada que além dessa responsabilidade administrativa prevista no estatuto, no caso de dano intencional causado pelo servidor, sobretudo nas hipóteses de furto, extravio, roubo, etc. Apurado em processo próprio, restaria ainda a obrigação do mesmo indenizar esta Administração Pública.

                                Campos dos Goytacazes, 04 de agosto de 2010.

Campus vai ganhar uma nova doutora

Professora dos cursos de Engenharia de Controle e Automação, Sistemas de Informação, Tecnolólogo em Desenvolvimento de Software, Verônica Aguiar vai defender sua tese na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) no dia 23/08, às 14h, no auditório do LMGV, no edifício P4.
      
No convite encaminhado à Coordenação de Informática Verônica dá detalhes sobre a pesquisa que podem interessar a professores e alunos:

"O trabalho se propôs a determinar a estrutura organizacional das vias de MAP Kinases em sorgo, cana-de-açúcar e Arabidopsis lyrata por meio de análise "in
silico". Para os colegas da área de informática, talvez o interesse seja na metodologia utilizada, uma vez que foram desenvolvidas ferramentas de bioinfo que auxiliaram no estudo do transcritoma/genoma destas espécies, além da utilização de uma gama de ferramentas disponíveis publicamente para o estudo
de genomas.

Proteínas MAP Kinases são módulos universais que atuam no sistema de defesa de animais e de plantas, além de participarem do desenvolvimento, de respostas hormonais e processos de  diferenciação nos organismos eucariotos de um modo geral.

Para os colegas da biologia, talvez o interesse possa estar na identificação destas vias em si e nas descobertas que foram feitas no genoma destas espécies, discutidas pela primeira vez neste trabalho que, certamente, auxiliarão futuras pesquisas destas vias nestas espécies. O meu doutorado é na área de  Genética e Melhoramento de Plantas com ênfase em
Bioinformática".

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Novos carros para serviços e viagens

             Os carros aguardam emplacamento (Fotos: Diomarcelo Pessanha)
 
O Campus Campos Centro do IF Fluminense está incorporando à sua frota de veículos quatro Fiesta Class 1.6 modelo 2010/2011 do tipo Flex – com abastecimento a álcool e gasolina. Os veículos passarão a atender aos servidores em suas atividades a partir da próxima semana, quando já deverão estar emplacados.
   
Diariamente o setor de transportes põe seus motoristas na estrada para atendimento de servidores administrativos, docentes e gestores. O Rio de Janeiro é o destino mais requisitado. A frota atual passa de nove para 13 veículos. Dos quatro Fiesta, um será reservado para atendimento do diretor geral e de outros gestores do campus. Os demais serão destinados às viagens. Carros e utilitários do campus receberão em breve GPS e dispositivos de controle de velocidade.
   
Para ampliar o conforto os carros receberam uma película escura em seus vidros. De acordo com a direção geral, a compra de novos veículos é necessária para que o campus continue a oferecer conforto e segurança. Eles atendem aos servidores em serviço, autoridades, professores de outras instituições com atividades no IF Fluminense, palestrantes e pesquisadores que são comumente transportados de Campos para outras cidades e para os aeroportos do Rio.
   
De acordo com o coordenador de transportes do campus, Albano Luis Soares, a frota recebe manutenção preventiva e corretiva assegurando maior segurança e redução de custos com defeitos e outros problemas que podem ocorrer na cidade e em trânsito. Para tornar o trabalho preciso, três bolsistas do curso de Manutenção Industrial atuam no controle com a ajuda de um programa de computador.
   
Os veículos recebem manutenção em três oficinas especializadas em motores a diesel e gasolina. Como os mecânicos conhecem bem a frota, os consertos tornam-se mais eficientes e rápidos. Entre as medidas que visam a eficiência do setor, Albano destaca o abastecimento de combustível feito com cartões corporativos tornando o controle mais rígido e preciso.
   
Os motoristas que atendem ao campus e à Reitoria são orientados a trabalhar com discrição. Uma outra característica verificada no setor de transporte, de acordo com seu coordenador, é a integração. Há cessão de veículos entre os entes sempre que se faz necessário ao serviço.    

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Palestra alerta alunos contra as “Drogas e Violência na escola.”

      Ricardo Bessa destacou a importância de se tomar decisões responsáveis (Fotos: Weliton Barbosa/Bolsista do campus)

(Por Maria Angélica Oliveira - Estagiária da Comunicação Social do Campus Campos Centro do IF Fluminense)

A violência na escola é um assunto antigo nas conversas sobre educação. É este foi o tema escolhido pelo professor e psicólogo Ricardo Bessa ao falar, no Auditório Cristina Bastos, nesta quarta-feira, sobre o uso das Drogas e a violência nas escolas.

A palestra integra a programação da Semana do Estudante, promoção conjunta do Grêmio Estudantil Nilo Peçanha (GENP) e da Federação dos Estudantes de Campos (FEC). Ricardo coordena a Comissão Interna de Supervisão do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação – CISPCCTAE, do IF Fluminense.

Com uma grande participação dos alunos ele pode esclarecer as diversas dúvidas sobre drogas e violência. “A violência escolar vem sempre acompanhada de outros fatores. Não é algo que surge e termina dentro da sala de aula. É apenas uma dos variados tipos de violência que cercam os jovens diariamente: a violência familiar, social, verbal, física, comportamental, entre tantas outras”, ressaltou Ricardo. 


Um dos principais motivos da violência escolar estaria no uso e no tráfico de drogas. 

- É preciso combater as drogas. A dependência química é uma doença. Ter a liberdade não significa poder fazer aquilo que queremos, mas ter consciência de nossos atos para tomar decisões responsáveis - Finalizou Ricardo.   
    

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Servidores aprovam proposta de novo prazo para discussão de Regimento Geral



 Acatando decisão dos participantes de reunião convocada para debater o projeto de Regimento do IF Fluminense divulgado pela Reitoria, o diretor geral do campus, Jefferson Azevedo encaminha o documento na próxima terça-feira.

A ideia é estabelecer um período de 60 dias para que grupos de discussão multicampi apreciem os artigos do documento e então elaborem suas propostas. Também integra a proposição, aprovada pelos presentes, que haja uma assembléia final - igualmente multicampi - para que sejam debatidos e aprovados os pontos levantados pelos grupos.

A reunião com servidores administrativos e docentes do Campus Campos Centro aconteceu no final da tarde desta terça-feira (17/08) no Auditório Miguel Ramalho. A direção geral do campus convidou a comunidade para debater alguns pontos da proposta de Regimento Geral do IF Fluminense ,cujo teor vem sendo apresentado no portal com possibilidade de envio de sugestões pelos servidores pela internet.

No entender  da direção do campus e dos participantes da reunião - não houve manifestações em contrário - o assunto ainda não conta com devido conhecimento de causa na comunidade.

Logo após a reunião, encerrada pouco depois das 19 horas, aconteceu um debate no Auditório Cristina Bastos em que estiveram presentes o diretor geral do Campus Campos Centro, o coordenador do Sinasef, Paulo César Caxinguelê, o presidente da Federação dos Estudantes de Campos (FEC) Maycon Prada e o ex-presidente do Grêmio Estudantil Nilo Peçanha, Rafhael Victor Ferro Fernandes


A Reitoria não enviou representação e distribuiu cópias de notas oficiais postadas no portal do instituto sobre manifestações da direção do campus.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

IF Fluminense já inscreve trabalhadores no Certific

Desta segunda-feira (16/08) até o dia 10 de setembro, os trabalhadores que aprenderam seus ofícios na prática poderão se inscrever na Rede Certific - programa federal que reconhece esses saberes e emite certificado para o trabalhador após sua qualificação formal em cursos. 

No IF Fluminense, o Campus Campos Centro é que oferecerá essa possibilidade nas áreas de eletroeletrônica e pesca e aquicultura. O perfil profissional é respectivamente o de eletricista instalador predial e trabalhador de preparação de pescado.

De acordo com o edital, o processo de inscrição compreende três etapas. São elas: "pré-inscrição; participação em evento de orientação sobre o processo de reconhecimento de saberes e inscrição mediante o preenchimento do Questionário Sócio-Profissional do respectivo perfil profissional do qual se pretende adquirir certificação". 

Não há limite de vagas no programa conjunto dos ministérios da educação e trabalho e emprego.

As inscrições em eletroeletrônica poderão ser feitas no campus, sala 12 do Bloco B, no térreo. Pesca e aquicultura na Colônica de Pesca  Z 19, no Farol de São Thomé. Será de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h. 

Os endereços são os seguintes: Campus Campos Centro, Rua Dr. Siqueira, 273, Parque Dom Bosco, em Campos dos Goytcazes, telefone 2726 2906 e CEP 28030-130. Colônica de Pesca Z 19: Av. Olavo Saldanha, 390 - Farol de São Thomé – Campos dos Goytacazes-RJ - Cep.: 28143-000 Tel.: 2747-4525 – Secretaria (Trabalhador de Preparação
de Pescado).

A idade mínima para inscrever-se é 18 anos completos. A inscrição é gratuita e não há necessidade de comprovar conhecimentos no ato da inscrição. O edital estabelece que na pré-inscrição os candidatos deverão oferecer as seguintes informações e documentos: nome, idade, data de nascimento, naturalidade, sexo, carteira de identidade, CPF, endereço residencial, contatos (telefones, fax, email) , a função que exerce como trabalhador/profissional e o tempo de serviço/experiência.

Edital aqui
Outras informações do MEC aqui

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Sala Oswaldo Martins renovada e para todos


   Alegria na nova sala de reuniões do campus (Fotos: Diomarcelo Pessanha)

O campus ganha uma nova sala de reuniões. A Oswaldo Martins, muito bem situada, recebeu uma mesa grande e cadeiras confortáveis com a cor que caracteriza a assinatura visual do IF Fluminense. A estréia informal foi nesta quinta-feira durante reunião da direção geral e equipe gestora.

 Nesta sexta-feira (13/08/2010) ela recebeu diretores, coordenadores, professores, servidores e imprensa para o anuncio da Ordem de Serviço em que são nomeados os 20 integrantes da comissão organizadora da Semana do Saber Fazer Saber 2010. 
 

Na quinta, ainda se  reuniram no local oordenadores administrativos em seu fórum. Qualquer setor do campus poderá requisitar a sala para suas reuniões. Basta agendar na direção geral. Nunca é demais lembrar o telefone direto e ramal: 2726 2906.

A Diretoria de Infraestrutura já tem pronto um projeto que vai deixar o espaço ainda mais confortável e agradável. Vamos aguardar porque promete.





Lançada a Semana do Saber Fazer Saber 2010


                   Espaço Raul Linhares lotado para lançamento (Fotos: Diomarcelo Pessanha)

Uma bela oportunidade de apresentar o IF Fluminense para a comunidade. Dessa maneira o diretor geral do Campus Campos Centro, Jefferson Azevedo, definiu a Semana do Saber Fazer Saber 2010 lançada oficialmente na tarde desta sexta-feira (13/08). Alunos, diretores, coordenadores, servidores e a imprensa participaram da cerimônia realizada no Espaço Cultural David Raul Linhares Corrêa.

A Semana vai ser realizada de 27 a 29 de outubro com uma série de eventos acadêmicos, de pesquisa, integração escola/empresa e apresentação da estrutura do campus para os visitantes. Na próxima quarta-feira a comissão nomeada na Ordem de Serviço nº 07, do diretor geral, vai ser reunir para iniciar a estruturação do evento.

A Semana do Saber Fazer Saber 2010 retoma um programa anual lançado na então Escola Técnica Federal de Campos, na década de 1980, e que sofreu quatro interrupções. Um dos objetivos mais importantes é a integração campus/comunidade. “Nós queremos que a população esteja aqui e veja a escola como possibilidade de ingresso, especialmente os jovens mais pobres, que eles vejam que o IFF pode estar no horizonte futuro deles”, disse Jefferson.
O diretor de extensão, Carlos Artur Arêas, disse durante a cerimônia que a Semana do Saber Fazer Saber reflete uma boa integração entre os saberes práticos e teóricos. Ele apresentou como exemplo os projetos de robótica e informática mostrados por alunos no Espaço Raul Linhares.

O coordenador da Feira de Tecnologia, Ciência e Inovação (Feitec), Mauricio Ferrarez, destacou o caráter democrático do evento que integrará a Semana. Além de alunos de outros campi do IF Fluminense poderão participar estudantes de qualquer instituição e mesmo pessoas que têm inventos frutos de pesquisa e criatividade. A Feitec terá uma comissão avaliadora dos trabalhos e os selecionados receberão certificados, medalhas e pen drive personalizados.

Semana do Fazer Saber Fazer será lançada nesta sexta


O diretor geral do Campus Campos Centro do IF Fluminense, Jefferson Azevedo e integrantes da equipe gestora envolvidos com a iniciativa apresentarão os detalhes na Sala Oswaldo Martins, às 14 horas. Criada na década de 1980 na então Escola Técnica Federal de Campos, a Feira do Saber Fazer Saber fez sucesso por anos seguidos em Campos dos Goytacazes. 

Em outubro, de 27 a 29, o evento retornará depois de ter sido interrompido por alguns anos. Com outro conceito, a Semana do Saber Fazer Saber prevê uma série de atividades acadêmicas, de carater profissional, cultural e de oportunidades. Uma das novidades é a Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação (Feitec) cujo edital e ficha de inscrição podem ser acessados aqui

Até a noite desta sexta-feira, 12 trabalhos de robótica e mecatrônica de alunos do campus podem ser vistos no Espaço Cultural Raul David Linhares Corrêa. Coordenada pelo professor Cedric Sallato a mostra de inovação foi concebida para estimular alunos do IF Fluminense a participarem da Feitec. 
Entre os destaques da Semana do Saber Fazer Saber 2010 estão o projeto Mostre-se, em que empresas instalarão estandes no campus para divulgar suas atividades criando também oportunidades para os alunos. 

O IFF de Portas Abertas possibilitará que estudantes de diversas escolas possam participar do evento. A Coordenação de Cultura desenvolve uma série de atividades para a Semana.
Os cursos oferecidos pelo Instituto no Campus Campos Centro poderão ser conhecidos em detalhes e os visitantes terão oportunidade de assistir a palestras e minicursos oferecidos por professores da casa e alunos bolsistas.

Cursos do campus são sucesso internacional

Os cursos de Telecomunicações oferecidos pelo Campus Campos Centro do IF Fluminense surpreenderam os intercambistas mexicanos que visitam o campus esta semana. Veja aqui matéria postada no Portal do IF Fluminense.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Alunos prestigiam palestra da Agência de Oportunidades


                 Alunos de diversos cursos participaram (Fotos: Weliton Barbosa)

O curso terminou e agora é preciso encarar o mercado de trabalho. Como vai ser? Para ajudar os alunos
do Campus Campos Centro do IF Fluminense a lidarem com a questão, a Diretoria do Departamento de Extensão (DDIEx) apresentou uma palestra nesta quinta-feira pela manhã no auditório Cristina Bastos.


Casa cheia para ouvir a coordenadora da agência, Ana Léa Gondim e o diretor da DDIEx, Carlos Artur Arêas. O tema foi Entre as informações tratadas, a importância de os alunos estarem atentos às novas possibilidades profissionais, o espírito empreendedor, a curiosidade e considerações a fazer na hora da escolha da carreira. 

É importante que os alunos que já terminaram seus cursos participem do componente curricular Seminário de Formação Profissional e estejam atentos às informações da da DDIEx no quadro de aviso, portal do IFF e aqui pelo IFForme Centro.

A Agência de Oportunidades tem mantido contatos com empresas para viabilizar estágios e oportunidades de emprego. Um exemplo é o curso de Engenharia em Automação e Controle de Processos, cujos formandos deste ano vivem a incomum situação de poderem, todos, ser contratados pela empresa multinacional Halliburton, que tem necessidade desses profissionais.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Pesquisa e extensão ganham micródromo


 O diretor geral, Jefferson Azevedo fala da importância do investimento (Foto: Tainá Cavalcanti)

(Matéria postada no Portal do IFF

A sala 101 do bloco F é o mais novo endereço de micródromo no campus. A entrega oficial do espaço aconteceu na tarde desta quarta-feira (11/08) com a presença de alunos, professores e integrantes do grupo gestor. A sala é composta por 20 computadores com acesso à internet, impressora e software compatível com as necessidades dos pesquisadores.

Diferente dos dois micródromos existentes no campus, o da sala foi pensado para atender aos alunos da pós-graduação, iniciação científica e extensão. O diretor geral do Campus Campos Centro do IF Fluminense, Jefferson Azevedo, disse que é um desafio para a instituição estar preparada para em breve dar resposta às necessidades crescentes, como o aumento do número de computadores.

- Entendemos que a pesquisa é algo fundamental na formação de vocês alunos envolvidos na pós e extensão. Vocês precisavam ter esse espaço - disse Jefferson aos presentes.
O diretor do Diretoria do Departamento de Pesquisa e Pós-graduação (DDPPG), Vicente de Paulo Santos Oliveira destacou o horário de funcioanamento do micródromo, de 9 horas às 21 horas, sempre com um bolsista para atender às demandas.

O diretor do DDPPG, Vicente de Paulo, anuncia jornal eletrônico para divulgar pesquisas (Foto: Tainá Cavalcanti)

O coordenador de pesquisas, Pedro de Azevedo Castelo Branco falou do esforço da diretoria para conectar todas as máquinas à rede sem fio. Já a coordenadora de pesquisa, pós-graduação e inovação do IF Fluminense, Cristine Nunes Ferreira lembrou do apoio do Núcleo de Sistemas e Informática (NSI) para o desenvolvimento de softwares cuja aquisição no mercado teria custo elevado.

Os demais micródromos do campus atendem aos alunos do ensino médio à graduação com as mesmas características de acesso à internet, além de uma cota individual para impressão de trabalhos.

Dia do Estudante no campus


Matéria postada no Portal do IF Fluminense

Para celebrar a data, o Grêmio Estudantil Nilo Pessanha (GENP) e a Federação dos Estudantes de Campos (FEC) idealizaram uma programação que vai até aproxima Sexta (20) com apresentação de filmes, palestras, e debates sobre o tema “Drogas e Violência nas escola”. Uma viagem para a Bienal do Livro em São Paulo é outra atividade prevista. Nos três turnos de atividades do campus serão servidos bolo e refresco para os estudantes.

O presidente da FEC, Maycon Prada ressalta que o Dia do Estudants é comemorado há 10 anos mas muitos não sabem por ser pouco divulgado. “Teremos atividades voltadas para todos os alunos do IF Fluminense e todos que participarem receberão certificados”, explica Maycon.
Não e necessário fazer inscrição, basta que os alunos compareçam ao local das palestras e assinem uma lista. O Centro Acadêmico de Engenharia também participa da iniciativa. Todas as atividades têm entrada franca.

- Serão 8 dias de programação, onde abordaremos desde a questão da violência na escola até a orientação vocacional para os jovens que pretendem ingressar na faculdade", finaliza Maycon Prado, que é estudante do ensino médio do campus.




Novo micródromo para os alunos

Nesta quarta à tarde o campus ganhará oficialmente seu terceiro micródromo. Funcionando na sala 101F ele foi pensado para atender aos alunos da pós-graduação e dos cursos de extensão. 

A sala ganhou novo mobiliário e os alunos têm 19 computadores com acesso à internet e impressora para realizarem seus trabalhos e pesquisas.